1. Primeiro Seminário de Saúde Mental UFAL – Campus Arapiraca
  2. Primavera Livre
  3. O que são Centros Acadêmicos?
  4. Alunos do curso de Administração da UFAL campus Arapiraca organizam o V Encontro de Gestão para o Desenvolvimento.
  5. DISCENTES DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA SE MANIFESTAM QUANTO O DESCASO COM O GINÁSIO E PISCINA DA UFAL CAMPUS ARAPIRACA
  6. HORAS COMPLEMENTARES: EXIGÊNCIA ACADÊMICA, OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO E AMPLITUDE DO CONHECIMENTO.
  7. Musicar tem resultado final dos artistas classificados para a última fase do concurso
  8. Curta Metragem de Arapiraca é selecionada para Festival Internacional em São Paulo
  9. CONFIRA QUEM SÃO OS PRIMEIROS CLASSIFICADOS PARA A FINAL DO MUSICAR
  10. Projeto Som do Campus abre inscrições
  11. Senac oferta cursos que contam como horas complementares
  12. Começa votação para o I Festival de Música na UFAL Campus Arapiraca.
  13. Assistência Estudantil: Bolsa Pró-Graduando – BPG.
  14. Vamos falar sobre Monitoria e Tutoria Acadêmica?
  15. Eliane Oliveira: a Leitora do Brasil em terras africanas
  16. Curso de Letras se debruça no universo infantil de Cecília Meireles
  17. SBPC abre seleção para monitores voluntários
  18. I Festival de Música da UFAL – Arapiraca
  19. I Encontro Consultivo de Psicologia em Unidade de Palmeira dos Índios
  20. LIFE – Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores.
  21. AGRICULTURA FAMILIAR UFAL ARAPIRACA
  22. Deficiência nos setores noturnos da UFAL – Campus Arapiraca
  23. Transferência Externa – Ufal
  24. FÍSICA ALÉM DA SALA DE AULA
  25. Intervalo de Terça
  26. Herbário Arapiraca (HARA) – Trilhando conhecimento
  27. Entrevista com o bibliotecário Márcio Albuquerque
  28. TRONCO INICIAL: “Eis a questão.”
  29. CLAUDEMIR CALIXTO – UM POETA ATEMPORAL E EXISTENTE
  30. Acessibilidade na Universidade
  31. O olhar investigativo da Arquitetura
  32. Educação Física
  33. Experimentos da agronomia – destaque do mestrando Junior Alcântara
  34. Medicina: a arte da cura
  35. Laboratório de informática: Quem pode?
  36. Navegando no mundo da Administração
  37. Ciências Biológicas: Construindo um meio ambiente mais saudável
  38. O Universo da zootecnia: Ufal Arapiraca
  39. Física e seus fenômenos: conheça um pouco mais!
  40. A importância dos laboratórios da UFAL campus Arapiraca no curso de Química
  41. Ciência da Computação. Fique por Dentro.
  42. Enfermagem de perto UFAL Campus Arapiraca
  43. Agronomia – O dom do campo.
  44. Pedagogia a arte da aprendizagem
  45. Administração Pública: Formação de Gestores e a Arte de Gerir
  46. A matemática está em tudo
  47. Letras – Conhecendo e aprendendo sobre esse universo

A Universidade Federal de Alagoas – UFAL Campus Arapiraca disponibiliza aos graduandos, monitores e professores, à Biblioteca da UFAL, o que é de extrema importância para formação acadêmica no que refere à esfera do conhecimento.

A Biblioteca está aberta a comunidade acadêmica que poderá usufruir do acervo, o discente poderá fazer consultas, empréstimos e pesquisas  para melhor desempenho em seu curso. Poderá também fazer da leitura um alimento para seu conhecimento próprio ou fundamentar sua vertente teórica que será necessário para os trabalhos acadêmicos como artigos e TCCs.

Os alunos de graduação que acabaram de ingressar na UFAL, além de usufruir do seu acervo, conseguirá também levar emprestado, para isso será necessário que o discente faça seu cadastro, devendo apresentar um comprovante de matrícula, documento de identificação com foto e CPF.

O público alvo é a comunidade acadêmica, alunos (Graduandos e Pós-Graduandos), Servidores Docentes e Técnico-Administrativos, que serão habilitados para o empréstimo domiciliar. Com relação aos empréstimos os Professores tem um prazo de devolução de 30 dias, já Alunos e Servidores Técnico-Administrativos o prazo é de 15 dias. Pode levar no máximo 5 livros, é possível renovar em até três vezes o pedido do livro, no entanto, no caso de não devolução no prazo estipulado, o usuário estará sujeito a multa que será de R$1,00 por dia e por livro.

A Biblioteca também disponibiliza do suporte digital através do site http//sibi.ufal.br e no link MEU PERGAMUM. O aluno poderá consultar o site, checar o acervo de outros Campus  da UFAL, como também fazer renovação do livro, puxa boleto para pagamento de multa, poderá vê teses e dissertações para melhor aprimoramento do curso.

Bibliotecário da UFAL Márcio Thiago Santos Albuquerque

O bibliotecário Márcio Thiago Santos Albuquerque concede entrevista ao JUCA (Jornal da Ufal Campus Arapiraca)

JUCA – O que é necessário para o discente se cadastrar na Biblioteca?

Thiago – Basta indicar no sistema tendo com a matrícula, nosso programa é integrado com o sistema acadêmico. Aí ele digita aqui o CPF e agente confere alguns dados de cada cadastro como matrícula e e-mail. Feito isso o aluno discente faz a senha e já pode pegar livro.

JUCA – Atualmente tem quantos alunos cadastrados?

Thiago – Nosso sistema é integrado o sistema é um só da Universidade inteira, agente chuta aqui mais de 3 mil alunos aqui em Arapiraca, eu acredito que é isso. Mais não tenho assim… agente tem como conseguir esse dado, mais não tenho hoje como conseguir te informar.

JUCA – Você acha que a quantidade de alunos cadastrados na Biblioteca é pouco comparado com a quantidade de alunos da Universidade?

Thiago – Não! Ah é bem alto a quantidade de alunos cadastrados, é bem alto mesmo.

JUCA – Têm uma média de quantos alunos visitam a Biblioteca da Ufal por dia?

Thiago – Agente tem em média de quanto empréstimo e devolução que agente faz. Aí em média acho que passa de 3 mil por mês, 3 mil de empréstimos e devoluções, 3 mil atendimentos que agente fala. Temos como tirar esses relatórios, ano passado foram 40 mil atendimentos o ano inteiro, isso tem alguns meses de férias e outros que teve greve, aí isso acaba diminuindo, aí se for um ano que não tenha greve esse número pode ser maior.

JUCA – Qual importância da Biblioteca para os discentes e professores do Campus Arapiraca?

Thiago – Agente sempre costuma dizer que a Biblioteca é o coração da Universidade, ela é muito importante porque aqui que tá a maioria das referências que vocês vão utilizar nas disciplinas então pra dar mesmo esse suporte. Mesmo agente tendo a internet que veio pra somar, mas a questão do livro físico ainda é bem forte. Então acho que é de estrema importância mesmo.

JUCA – O que é preciso pra melhorar mais os serviços da Biblioteca para os cursos?

Thiago – Primeiro a Biblioteca hoje é pequena pra melhor atender todos, o ideal seria fazer o prédio mesmo pra Biblioteca, que desde do começo há mais de 10 anos que funciona neste local e só cresceu o acervo. O acervo começou muito pequeno e tinha muito espaço, hoje em dia o acervo tá na capacidade limite. A ultima alteração que agente fez conseguirmos 10 estantes então cresceu ainda mais, diminuiu uma parte que agente tinha, uma sala ali atrás, então diminuiu pra colocar o acervo, porque o acervo vem sempre crescendo. Então ficou muito pequeno na parte dessas mesas isso acaba prejudicando na questão do barulho, porque uma mesa muito próxima da outra, o aluno acaba estudando até em grupo mesmo, acaba falando alto e atrapalhando na outra mesa. O barulho dificulta, agente deveria ter um espaço maior. E com relação aos cursos é só questão mesmo de recursos. Quem faz pedido e sugestão de livros são os coordenadores de cada curso. Então cada coordenador deve acompanhar o que está faltando na bibliografia do seu curso pra tá acompanhando, fazendo pedido e quando tiver recurso é feito esse pedido porque é um processo também que demora muito. O processo de licitação de compra de livro é feito o pedido agente vai fazer um levantamento, aí quando é montado no painel eletrônico, depois têm a questão do prazo que eles têm pra entregar os livros, até chegar em Maceió passa por outros setores pra pode chegar aqui, pra gente inserir no sistema pra pode ir pra estante. Então não é menos que um ano, isso tudo de quando é pedido até chegar na estante. Nunca é mesmo que um ano, sempre demora mesmo.

JUCA – A Biblioteca teve início desde a inauguração do Campus?

Thiago – Tem mais de 10 anos é do começo, eu estou aqui há 10 anos, cheguei aqui em 2008, a Universidade começou aqui em Arapiraca em 2006 então tem de 11 pra 12 anos.

JUCA – Como é feita a manutenção de livros e a conservação deles?

Thiago – É isso… hoje não temos um laboratório de restauração de livros, tentamos fazer pequenos reparos, os materiais necessários pra fazer esses reparos são bem caros. Por isso agente sempre quando vê algum ato, alguma coisa errada com relação ao manuseio dos livros, sempre tentamos orientar os alunos. Até a forma de tirar o livro da estante danifica, pois se o livro está na estante e você puxa por essa parte de cima vai acaba cedendo. Então tem muito livro, quando o livro é mais grosso e essa parte aqui é de mais forte de papelão você vai ver tem muito livro todo solto nessa parte, porque se tira o livro da estante da forma errada, muitas vezes alunos está sentado em cima do livro em ponto de ônibus então acaba danificando muito sem contar que muitos alunos se acham no direito de passar um marca texto, risca de lápis, de lápis ainda dar pra apagar, mais muita vezes é com marca texto e com caneta, então isso acaba danificando muito o livro.

JUCA – Essa no caso seria uma das dificuldades da Biblioteca?

Thiago – É a questão de fazer a restauração é uma dificuldade grande por que agente não tem materiais que são fundamentais pra fazer uma restauração, tipo tem muito livro que precisa ser costurados novamente, então precisa costurar e colá-los novamente precisa de uma prensa e agente não tem prensa nenhuma. Tem materiais específicos umas colas que são mais neutras pra não danificar ainda o livro. Então essas colas são bem caras e todo esse material mesmo de restauração e de pequenos reparos são bem caros. O que a gente faz é um paliativo para o livro volta pra estante. Mas na nossa sala ali ao lado tem muito, mais muito livros fora do acervo, os alunos não estão pegando pra empréstimo, por que eles não tem condição nenhuma, livros com cadernos soltos, rasgados e etc.

JUCA – O governo deveria aumentar mais a verba para manutenção da Biblioteca?

Thiago – Com certeza, já teve uma época que a verba era bem maior pra compra de livros. Hoje em dia tá muito resumido e dá prioridades pra alguns cursos. Cursos que são avaliados pelo MEC e cursos novos, então não tem mais aquela abertura que tinha pra compra livros de todas as áreas. Eles tem que analisa e aí tomar partido pra qual curso até a verba vim pra central e a central vai decidi. Pra saber qual Biblioteca, quais cursos e quais são as prioridades. Por quê se Arapiraca por exemplo tem curso que vai ser avaliado pelo MEC, tá precisando de livro mais aí não pode a verba vim toda pra Arapiraca porque vão ter cursos também de outros Campus que também vão passar pela mesma situação e vão serem avaliados. De acordo com a verba que vem que a pessoa abre licitação de compras de livros. Se vêm uma verba boa, aí abre pra mais cursos e pra mais prioridades.

 

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com