1. Primeiro Seminário de Saúde Mental UFAL – Campus Arapiraca
  2. Primavera Livre
  3. O que são Centros Acadêmicos?
  4. Alunos do curso de Administração da UFAL campus Arapiraca organizam o V Encontro de Gestão para o Desenvolvimento.
  5. DISCENTES DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA SE MANIFESTAM QUANTO O DESCASO COM O GINÁSIO E PISCINA DA UFAL CAMPUS ARAPIRACA
  6. HORAS COMPLEMENTARES: EXIGÊNCIA ACADÊMICA, OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO E AMPLITUDE DO CONHECIMENTO.
  7. Musicar tem resultado final dos artistas classificados para a última fase do concurso
  8. Curta Metragem de Arapiraca é selecionada para Festival Internacional em São Paulo
  9. CONFIRA QUEM SÃO OS PRIMEIROS CLASSIFICADOS PARA A FINAL DO MUSICAR
  10. Projeto Som do Campus abre inscrições
  11. Senac oferta cursos que contam como horas complementares
  12. Começa votação para o I Festival de Música na UFAL Campus Arapiraca.
  13. Assistência Estudantil: Bolsa Pró-Graduando – BPG.
  14. Vamos falar sobre Monitoria e Tutoria Acadêmica?
  15. Eliane Oliveira: a Leitora do Brasil em terras africanas
  16. Curso de Letras se debruça no universo infantil de Cecília Meireles
  17. SBPC abre seleção para monitores voluntários
  18. I Festival de Música da UFAL – Arapiraca
  19. I Encontro Consultivo de Psicologia em Unidade de Palmeira dos Índios
  20. LIFE – Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores.
  21. AGRICULTURA FAMILIAR UFAL ARAPIRACA
  22. Deficiência nos setores noturnos da UFAL – Campus Arapiraca
  23. Transferência Externa – Ufal
  24. FÍSICA ALÉM DA SALA DE AULA
  25. Intervalo de Terça
  26. Herbário Arapiraca (HARA) – Trilhando conhecimento
  27. Entrevista com o bibliotecário Márcio Albuquerque
  28. TRONCO INICIAL: “Eis a questão.”
  29. CLAUDEMIR CALIXTO – UM POETA ATEMPORAL E EXISTENTE
  30. Acessibilidade na Universidade
  31. O olhar investigativo da Arquitetura
  32. Educação Física
  33. Experimentos da agronomia – destaque do mestrando Junior Alcântara
  34. Medicina: a arte da cura
  35. Laboratório de informática: Quem pode?
  36. Navegando no mundo da Administração
  37. Ciências Biológicas: Construindo um meio ambiente mais saudável
  38. O Universo da zootecnia: Ufal Arapiraca
  39. Física e seus fenômenos: conheça um pouco mais!
  40. A importância dos laboratórios da UFAL campus Arapiraca no curso de Química
  41. Ciência da Computação. Fique por Dentro.
  42. Enfermagem de perto UFAL Campus Arapiraca
  43. Agronomia – O dom do campo.
  44. Pedagogia a arte da aprendizagem
  45. Administração Pública: Formação de Gestores e a Arte de Gerir
  46. A matemática está em tudo
  47. Letras – Conhecendo e aprendendo sobre esse universo

 

O Curso de Agronomia do Campus de Arapiraca teve início no ano de 2007, autorizado através do Processo 23000021478/2006-72, parecer CeS 52/2007 de 27 e 28 de fevereiro de 2007, publicado no Diário Oficial da União (D.O.U), em 14 de março de 2007, e Reconhecido pela Portaria Nº 273, de 14 de dezembro de 2012. Oferta 50 vagas por ano (2º semestre), com uma carga horária total de 4.202 horas, no turno diurno (Integral). A duração mínima para integralização do Curso é de 10 semestres e, máxima de 15 semestres.

Tendo como PERFIL DO EGRESSO: O profissional da Agronomia deve ser dotado de agudo senso crítico em relação aos problemas do setor agrícola e rural, considerando-o como um todo: técnico, humanístico, social e político. A realidade rural brasileira deve ser analisada no que diz respeito as necessidades do homem do campo. A agricultura de subsistência versus agricultura de mercado, a questão fundiária, a intensificação do êxodo rural, a ocupação dos cerrados e da Amazônia, a formação da empresa agrícola e agroindústrias são alguns dos fatores da empresa determinante no processo da agricultura e do desenvolvimento rural e que influenciam decisivamente no perfil do profissional a ser formado.

Abaixo segue entrevista

Entrevistado:
Rodolfo Silva de Almeida
Graduando em Agronomia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Campus de Arapiraca 9º Período

Por que você escolheu o curso de agronomia?

– Eu sempre gostei de exercer atividades de campo, meu avô foi agricultor a vida toda, e eu quis seguir os passos dele, podendo enxergar no campo muito mais que uma área de produção, eu quis entender como tudo aquilo funcionava e o que era necessário fazer para que melhorias pudessem existir tornando o sistema mais eficiente.

Para os novos ingressos, o que esperar do curso?

 – O curso exige muita dedicação e esforço, o mesmo é de turno integral, pela manhã há as atividades de sala, aulas, palestras e afins, a parte da tarde é voltada para as atividades de campo onde é possível colocar em prática tudo que é aprendido em sala dando execução a projetos de pesquisa, desenvolvendo técnicas que podem tornar a produção agrícola mais eficiente.

Você sempre quis ser Agrônomo? Era seu sonho?

– A princípio não, porém como o tempo meus olhos se abriram para a agronomia e eu pude unir o útil, que é uma formação superior com o agradável que é a minha atração por atividades de campo.

Qual a perspectiva para os profissionais recém-formados em agronomia?

 – A agronomia abrange diversas áreas, então durante o curso é necessário que o aluno decide por qual área ele vai manter seu trabalhos, dentre as muitas opções estão a irrigação, otimizando o uso de um recurso tão importante que é a água, a fisiologia vegetal, entendendo como se dá todos o processo de desenvolvimento de uma planta e assim entendendo a real necessidade seja ela nutricional, hídrica e demais de uma planta, a fitopatologia, para a ação de identificação e controle de doenças bacterianas e fungicas, recursos genéticos, trazendo melhorias para as características genéticas. Essas são apenas algumas das inúmeras que o profissional formado em agronomia pode atuar, diante disso o aluno pode tanto partir para o mercado de trabalho, atendendo as necessidades que por ele são exigidas como também partir para pós-graduações, mestrados e doutorados intensificando ainda mais seu conhecimento e desenvolvendo pesquisas no intuito de melhorar a agricultura.

Formado em agronomia, como você se vê daqui a 10 anos?

– A minha linha de trabalho é voltada para a produção e plantio de mudas de espécie nativas da caatinga e semiárido e a recuperação de áreas degradadas, é uma área que vem crescendo e ganhado visualização cada vez mais, já que sabemos o quanto áreas de vegetações nativas estão sendo destruídas para abrir campos de produção, dessa forma muito mais que somente produzir as mudas eu faço todo o acompanhamento pós plantio, fazendo com que as mesmas possam se desenvolver de forma satisfatória e assim trazer benefícios não só para a área em questão mas também para coletividade, uma vez que essa atividade sendo desenvolvida em áreas de diferentes regiões pode gerar um efeito positivo ainda maior. Atualmente eu já trabalho com esse tipo de atividade e tenho grandes perspectivas para o futuro, pretendo me especializar ainda mais na área e assim trazendo mais resultados e disseminando o conhecimento não só para aqueles diretamente ligados a agronomia mas para toda população fazendo-a entender que plantando uma simples muda estará agindo de forma consciente e tornando melhor a casa na qual todos nós vivemos, essa que chamamos de planeta Terra.

FOTOS

ÁREA EXTERNA

        

•LABORATÓRIOS

    

 

 

 

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com